Newton, a quanto obrigas…

Durante os próximos tempos vamos andar às voltas com as leis de Newton…. Nós já andamos às voltas com estas leis o dia todo mas não sabíamos isso… é um facto. Que mais coisas fabulosas haverão por descobrir no Mundo, perguntamo-nos?…
istock_000041454278_large_1
Agora querem saber como tudo começou?… Há muitos anos atrás com Galileu na Catedral de Pisa a observar distraído o oscilar dos lustres… E passados uns meses a atirar pedregulhos de diferentes tamanhos da mais inclinada de todas as torres do mundo, só para perceber que, independentemente do tamanho e peso, estes chegavam sempre ao mesmo tempo ao chão… Então, mas como?…
.
Parece que quando estamos em cima de um banquinho, precisamente à mesma distância do chão… A força com que o chão nos vai “puxar” é igual quer sejamos um menino ou uma Educadora Grande!… Vamos tentar?… Ideia 1!
.
E já agora… Vamos repetir a experiência de Galileu! Ideia 2! E pedir a uma Educadora para deixar cair uma laranja e uma borracha para o jardim enquanto comemos – mega “inertes” – uma bolachinha e aguardamos pelo desfecho… Chegarão ao chão realmente ao mesmo tempo?…. Que boa ideia!..
20061107apple

Mas continuemos a nossa história… Uns tempos depois, descansava Newton debaixo de uma macieira quando lhe caiu uma maçã na cabeça!… A maioria de nós teria dito apenas “Ui… Mas será possível? Mesmo na minha cabeça?…”. Mas Newton não… Newton viu a luz ao final do túnel e aí foi ele outra vez aborrecer Aristóteles com a sua primeira lei: a INÉRCIA….!

Segundo Newton, quando uma laranja cai da nossa laranjeira… ela cai sempre para baixo em direcção ao chão… direitinha como uma seta…! Nós verificámos isto!… Ponto assente. A isto ele chamou Inércia!… Mas porquê?
.
Inércia, para aqueles de vós – que tal como nós, são dados a grandes mudanças de “direcção”… – é a “vontade peculiar e estranha” que tudo o que nos rodeia parece ter… de ficar precisamente no sítio onde está!… Curioso, não?… Ou então, caso esteja a andar… a vontade de não ter de parar…! Bem… Aqui já nos começamos a entender…!
.
Moral da história da Primeira Lei de Newton: “Nada de “Mudanças”, por favor!!”. “Capiche?”… Ora… É raro haver uma Primeira Lei sem uma Segunda… mas a isso lá iremos num segundo artigo!
rockets
Já aqui bem pertinho no tempo, também Einstein pegou nestas ideias para perceber coisas fantásticas que permitem… – e isto, para nós crianças, é soberbo!… – colocar foguetões no espaço!…
.
Tudo por causa de um lustre e de uma maçã… Dá para acreditar?… Vamos passar a sentarmo-nos mais vezes debaixo da laranjeira…. (Nota mental… Colocar só relva no canteiro redondo para podermos sentar-nos à vontade a ver cair as laranjas…).
Catarina A. Correia dos Santos
Fundadora do Projecto A Casa Amarela
Licenciada e Mestre em Psicologia Clínica (I.S.P.A.)
Licenciada em Psicologia Social e das Organizações (I.S.P.A. /Katholiek Universiteit Brabant)
Membro Efectivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses (O.P.P.)
.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s