A Difícil Questão do Luto.

child-grief-2

Há um conforto quase que perfeito na verdade. A sensação de ter agarrado, mesmo que por instantes, a “certeza” de qualquer coisa, devolve-nos uma paz que compensa sempre o eventual dissabor do qual a “omissão” nos protegia; não querer saber a realidade, seria um pouco como querer viver de “olhos fechados”.

Será talvez por isso, que as crianças desde bem pequenas avançam face ao mundo com os seus olhos tão abertos. Tão expectantes. De luz. De conhecimento. De verdade. Poderemos até pensar que elas o fazem porque ignoram coisas como a dor ou a desilusão ou a perda. Mas será que é mesmo assim?… Será que qualquer criança que tomemos como exemplo, não se apercebeu já em algum momento, de uma lágrima menos bem escondida – ou preferencialmente não escondida de todo – da falta súbita de algo ou alguém que costumava estar sempre ali e agora nunca está?…

O lado da vida que nos leva coisas sem pedir licença e sem olhar a nós, faz tanto parte de existir e crescer, como o lado que nos oferece dádivas como se não existisse amanhã. Esconder o primeiro das crianças prender-se-ia com o quê?… Com o evitar o seu desgosto, o seu inevitável ponto de contacto com a realidade…? Ou com a nossa incapacidade de sentir neles esse impacto, essa nostalgia que sempre fica quando se percebe que quase tudo é breve e que, na melhor das hipóteses, será pelo menos efémero?

Deixar uma criança saber a verdade é o mais puro e belo exercício de maternidade ou paternidade. É o momento em que conseguimos aguentar firmes dentro de nós todos os nossos próprios medos e nostalgias, para lhes darmos a eles uma cadeira de baloiço macia, na qual podem começar a sentir a vida. Protegidos. Mas acima de tudo, amados.

“A child old enough to love, is old enough to grieve.”. (Counseling Associates)

 

Catarina Correia dos Santos

Psicóloga Clínica e Directora Pedagógica d’A Casa Amarela

200322924-001_xs

Copyrights:

Foto 1: Counseling Associates. Foto 2: Livestrong.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s