Preparados Para O Nosso Primeiro Dia de Escola?!

PRIMEIRO-DIA-DE-AULA

“Nosso”… Porque não é só deles, pois não?!… Dos jovens que levamos pela mão entre histórias sobre como foi “o nosso primeiro dia de escola” ou canções que nos ocorrem de momento sobre a mesma… Ou ainda, entre inúmeras repetições de como este sítio para o qual vamos – “A” escola – é algo absolutamente fantástico…! E está repleto, absolutamente repleto… De amigos e de gente boa! Este dia é também sempre um pouco “nosso”, independentemente de estarmos a levar o nosso primeiro, ou o nosso décimo filho, nessa experiência inigualável…! 

Importante reter sobre este dia, é o sabermos acreditar nós próprios, em todos estes sentimentos que lhes procuramos transmitir… Para que eles crianças, dependentes de nós pais e do nosso mais maduro julgamento, sintam que lhes passamos a segurança e a tranquilidade que eles precisam… Para começarem a explorar, a conhecer pessoas novas e a serem felizes na descoberta de si mesmos.

Importante é saber guardar dentro do coração, aquela angústia que sempre surge ao vê-los dar um passo que os leva ainda um pouco para mais longe do bebé, que ainda ontem acolhíamos com tanta e imensa ternura nos braços… E sabíamos depender em tudo de nós… Como é que o tempo passou tão depressa e já estamos aqui?… Com o meu bebé a dizer-me “Adeus!” e a correr à descoberta do seu próprio mundo?!… Todos nós pais, sentimos esse aperto cá dentro. E todos nós temos de saber dar-lhes gradualmente o espaço que eles precisam para “crescer”… Uma vez ouvi a Maria Bethânia dizer que os avós são os “pais com açúcar”… Eu creio que os pais, por sua vez, são as “âncoras de segurança” que o destino nos deu para enfrentar a vida… Com mais ou menos açúcar… Mas, saudavelmente, sempre com bastante “folga”.

N’ A CASA AMARELA as próximas manhãs serão dedicadas a receber os pais e os bebés e a sentarmo-nos todos a conversar, a cantar canções e a seguir o conselho de Albert Einstein: “Se querem que os vossos filhos sejam inteligentes, leiam-lhes contos de fadas.”… Eu iria mais longe, perdoe-me esse génio que eu tanto admiro… Leiam-lhes tudo… Histórias infantis, romances, livros de horticultura, astronomia ou culinária!… Abram-lhes os horizontes!… Ajudem-nos a descobrir o mundo maravilhoso que os aguarda…

Depois, ao final do dia, quando chegarem a casa… Não insistam num relatório intensivo sobre cada dia… Há crianças que contarão mil e uma coisas reais e imaginárias sem lhes perguntarem nada… Há outras que tomaram o seu tempo para absorverem dentro delas próprias este novo “cenário”… Falar sobre os planos para o próximo fim-de-semana e ler-lhes um livro sobre estrelas ou dinossauros, resultará num momento de partilha muito mais próximo e tranquilizador para todos.

E depois, há claro todas aquelas notas de rodapé que são essenciais… Etiquetas com o nome em tudo!… Daquelas de colar com o ferro de engomar… São fantásticas!… Nome escrito a caneta de acetato no interior de todos os sapatos, roupa interior…! A quantidade de calçado, roupa e demais artigos absolutamente idênticos que nos chegam todos os anos é… inacreditável!!… E que oportunidade fantástica é esta, de dar-lhes a possibilidade de reconhecer o Seu nome!…

Um EXCELENTE ano lectivo para todos nós!!

Catarina A. Correia dos Santos
Fundadora do Projecto A Casa Amarela
Licenciada e Mestre em Psicologia Clínica (I.S.P.A.)
Licenciada em Psicologia Social e das Organizações (I.S.P.A. /Katholiek Universiteit Brabant)
Membro Efectivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses (O.P.P.)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s