Pinãta da Páscoa

Por mais estranho que possa parecer, a tradição das pinãtas e as comemorações cristãs cruzaram-se em tempos idos no México, quando os missionários, procurando conquistar a fé do povo local, adaptaram as pinãtas aztecas que celebravam o deus Huitzilopochtli, a um formato cristão. As setes pontas das pinãtas “adaptadas” representavam os setes pecados, e as crianças o lado bom de cada pessoa, que as quebrava e recebia em troca coisas boas.

Mas a nossa pinãta vai ser de Páscoa! E não vai ter sete bicos. Aliás, não vai ter bico nenhum….

Mas vão ter de esperar para a ver.:) A pinãta. A Festa da Páscoa. E as surpresas que vão cair “literalmente”… do céu.:)

E eis a nossa pinãta…

Houve várias reacções à queda súbita de papéis coloridos e de Humpty Dumpties.:)

Mas a reacção geral foi de pura estupefacção… seguida de um genuíno entusiasmo, face à possibilidade de finalmente poder atirar e sujar tudo e todos com o confetti…  🙂 Uma BOA PÁSCOA para todos!

Catarina Correia Santos

Psicóloga Clínica e Coordenadora da Equipa Psicopedagógica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s