Quando eu nasci…. havia a minha Mãe.

mamabebe

Ela é o primeiro rosto que vimos na nossa vida. O primeiro olhar que doce desce sobre nós. A primeira boca que nos beija. O primeiro seio que nos alimenta.

Mas ainda antes disso, era dela o primeiro coração que ouvi bater. Eram dela os primeiros dedos que tocaram ao de leve a ponta do meu pé, quando eu me estiquei ainda naquele mar de líquido rosa. Era dela aquela primeira voz que me ouvi dizer: “Estás a dar-me um pontapé, bebé?…

“Quando eu nasci,
não houve nada de novo
senão eu.
(…)
Pra que o dia fosse enorme,
bastava
toda a ternura que olhava
nos olhos de minha Mãe…”

(Sebastião da Gama, 1945)

E porque os Dias da Mãe são todos os dias, o nosso foi no primeiro domingo de Maio, mas também foi ontem, anteontem, hoje e será amanhã e depois de amanhã. E, por esse motivo, o nosso artigo sobre as mães publica-se hoje. Porque tanto faz.

Catarina Santos

Psicóloga Clínica e Directora Técnica

Da Gama, S. (1945). “Serra Mãe.“. Portugália Editora: Lisboa.

FELIZ  DIA DA MÃE N’ A CASA AMARELA:

aca7 006

Fotograma Mãe com Bebé: Devon Derucher

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s